Fonte /Ecad.com

A música sertaneja é um gênero musical popular no Brasil que surgiu no início do século XX, a partir das influências musicais da cultura caipira e rural do interior do país. O termo “sertanejo” se refere aos habitantes do sertão, ou seja, das regiões mais afastadas das grandes cidades, onde a música sertaneja é mais popular.

Os primeiros registros da música sertaneja no Brasil datam do início do século XX, com as chamadas “modas de viola” cantadas pelos violeiros nas festas populares do interior. Essas modas de viola eram canções simples, com letras que retratavam o cotidiano da vida no campo, a religiosidade e a saudade dos entes queridos.

Com o passar das décadas, a música sertaneja foi se modernizando e se popularizando em todo o país, especialmente a partir da década de 1950, com o surgimento de duplas como Tonico e Tinoco, Cascatinha e Inhana e Tião Carreiro e Pardinho, entre outras. Essas duplas levaram a música sertaneja para o rádio e a televisão, e conquistaram um grande público em todo o Brasil.

A partir dos anos 1980, a música sertaneja passou por uma grande transformação, com a incorporação de instrumentos e elementos musicais de outros gêneros, como o rock e a música pop. Essa nova geração de artistas sertanejos, como Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo e Zezé di Camargo e Luciano, entre outros, se tornaram grandes estrelas da música brasileira, com vendas recordes de discos e shows lotados em todo o país.

Atualmente, a música sertaneja continua sendo um dos gêneros musicais mais populares do Brasil, com uma grande variedade de artistas e estilos, que vão desde as raízes mais tradicionais da música caipira até as inovações mais recentes, como o sertanejo universitário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *